Nardi Arruda questiona tarifa de água e esgoto aplicada em São José

Vereador alerta sobre nova tarifação, proposta pela Aresc, em consulta pública

“Você, morador de São José, está contente com a tarifa de água e esgoto?”, perguntou o vereador Nardi Arruda (PSD) em vídeo publicado nas redes sociais.

Nardi Arruda argumenta que a Lei Municipal nº 3.124/1997 prevê que a tarifa de esgoto sanitário seja apurada no percentual de 80% do consumo da água, mas a Casan vem cobrando dos josefenses 100% baseando-se em um decreto estadual. Em outras cidades, como Palhoça e Joinville, onde os serviços de água e esgoto são municipalizados, o valor cobrado dos usuários é 80%; mesmo percentual estabelecido na norma técnica NBR9649, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

“A porcentagem de 80% sobre o consumo da água é uma proporção de retorno como esgoto, tendo em vista que essa água pode ser utilizada para fins diversos, não destinados diretamente ao esgoto, a exemplo de limpeza de áreas externas. Além disso, muitos consumidores pagam sobre o consumo mínimo de 10 m³, sendo que muitos nem usam essa totalidade de água e pagam a tarifa cheia no esgoto também”, explicou o vereador.

No comparativo com outros municípios pesquisados, São José é o que paga a maior tarifa de água. São 59% a mais do que Brusque e 23,8% a mais na comparação com Palhoça.

Município Tarifa de água
São José R$ 44,04
Palhoça R$ 35,57
Joinville R$ 33,82
Jaraguá do Sul R$ 31,64
Blumenau R$ 29,98
Brusque R$ 27,70

CONSULTA PÚBLICA

Nardi Arruda alerta que está em vigor até 28 de fevereiro uma Consulta Pública sobre novo modelo de cobrança na tarifa de água. “Se esse novo modelo de tarifação for aprovado, os josefenses que usam mais de 6,68 m³ vão pagar mais pela água. Além disso, as faixas de consumo residencial maiores de 10 m³ terão aumento médio 14,5%”, contabilizou.

Simulação com conta real

Pela nova proposta, a tarifa ficaria em R$ 30,41 e mais R$ 2,04 por m³ utilizado (valor válido para a faixa até 11 m³). Considerando a conta de um casal, que mora em uma casa de 80 m², e apresenta um consumo médio de 8 m³ mensalmente, Nardi Arruda calculou o valor pago atualmente e pela nova tarifação.

Tarifa atual Nova tarifação
Tarifa até 10m³ – R$ 4,404 R$ 44,04 Tarifa fixa mínima R$ 30,41
Tarifa até 11m³ – R$2,04 (8m³ x R$ 2,04)

R$ 16,32

Valor a pagar R$ 44,04 Valor a pagar R$ 46,73

Conforme avaliado no exemplo real, a conta deste casal ficará 6,10% mais cara.

Aumento por faixa

Acompanhe o comparativo de valores cobrados por faixa de consumo atualmente e pela novo proposta.

Faixa Valor atual Valor proposto Aumento
11-25 m³ R$ 8,07 R$ 9,10 12,76%
26-50 m³ R$ 11,32 R$ 12,77 12,81%
>50 m³ R$ 13,56 R$ 16,01 18%

Manifeste-se contra a nova tarifação

A consulta, realizada pela Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc), recebe contribuições até as 19h do dia 28 de fevereiro. Os interessados devem preencher este formulário e enviar pelo e-mail consultapublica@aresc.sc.gov.br. As informações sobre a consulta pública estão disponíveis neste site: http://www.aresc.sc.gov.br/index.php/documentos/consultas-publicas/consultas-publicas-agua/consultas-publicas-abertas/consultas-publicas-n-16

 

MANIFESTAÇÃO NAS REDES SOCIAIS

Nas redes sociais, o vereador Nardi Arruda solicitou aos josefenses que enviem foto da conta de água para o WhatsApp (48) 98819 5483. Com essas informações, o vereador vai apresentar os dados compilados ao Procon, Prefeitura e Aresc.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *